quarta-feira, 29 de junho de 2011

Oração ao Criador


Acomode-se...
Relaxe...
Feche os olhos...
Abra sua mente...
Desapegue-se de toda a preocupação e
de todos os sentimentos que lhe afligem...
Liberte-se dos valores materiais,
concentre-se e predisponha-se a receber de Deus,
de Jesus, nosso Mestre Maior,
e de seus Mensageiros da Boa Vontade
os fluidos benfazejos que proporcionam equilíbrio,
harmonia, refazimento e paz.

Transporte-se e venha conosco para um jardim
muito florido e perfumado, com árvores frondosas,
onde pássaros cantam as glórias do infinito amor.
Diante dessa natureza cheia de vida, de harmonia e de paz,
elevemos nossos pensamentos, em oração, ao Todo Poderoso.

Senhor de infinita bondade e misericórdia, Criador de todas as coisas visíveis e invisíveis! Aqui estamos diante de ti, imperfeitos, pequeninos, aflitos, sofredores, reconhecendo que nada somos diante de Teu Universo Infinito, mas cheios de alegria, de esperança e de disposição por compreendermos que tudo somos diante de Teu Amor para com todas as criaturas.

Ampara-nos, Senhor, para que nos libertemos das amarras dos sentimentos inferiores que ainda habitam em nós. Auxilia-nos na luta que travamos com nossa herança primitiva, com nossa ignorância para as verdades de Tua Criação.

Refrigera nosso espírito, ameniza nossas dores e sofrimentos, mas, sobretudo Senhor, amplia nossa percepção para a necessidade de amar e de servir.

Tira-nos da inércia da fé sem obras. Estimula nosso pensamento para que se transforme em ações voltadas para o bem e para paz.

Perdoa, Senhor, nossas falhas e nossas quedas morais, mesmo depois que já tenhamos compreendido a necessidade de libertação espiritual.

Protege nossa família, nossos amigos e parentes, mas principalmente a todos aqueles que nos ajudam a lapidar nosso espírito, contrariando nossa vontade e nos obrigando ao exercício da paciência, da indulgência e da misericórdia. Ensina-nos a perdoar incondicionalmente a todos os que nos ofendem e caluniam. Imuniza nosso espírito das suscetibilidades que se originam do orgulho, do egoísmo e da vaidade, que só nos iludem, escravizam e desorientam.

Apazigua, Senhor, nossos sentimentos para vencermos a exaltação. Ajuda-nos a calar quando não formos capazes de ajudar. Refrea nossos ímpetos de reagir, para que sejamos capazes de refletir antes de tomar ações intempestivas que desarmonizam e desequilibram.

Deixa fluir sobre nós tuas vibrações amorosas, trazendo paz e alegria de viver.

Dá-nos a coragem e a resignação frente às situações que nos parecem difíceis e impossíveis, mas, sobretudo Senhor, reforça nossa vontade para não desfalecermos e sermos capazes de cumprir com tudo aquilo que nos cabe.

Mostra-nos a necessidade de não julgar, de perdoar, de aceitar e de compreender que tudo o que nos ocorre está de acordo com os Teus desígnios e com Tua lei de Justiça, Amor e Caridade, e que nós somos os únicos responsáveis pelas conseqüências de nossas ações.

Que Tua Luz, Senhor, possa inundar nossos espíritos e nos fazer sentir como verdadeiros filhos de Tua Criação.

Que assim seja!

Fontes:


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...