quinta-feira, 1 de setembro de 2011

A Linguagem do Coração







Deus fala dentro de cada coração em sua própria linguagem. Cada um pode compreender o sussurro de uma mensagem Divina, porque ela corresponde à voz, ao som, e à verdade com a qual eles ressoam.

A linguagem de Deus é a do coração. Ela é intimamente assim. Ela se anuncia a cada alma do modo com que cada um possa receber mais intensamente, criando a compreensão de que se é conhecido e amado. 

Com os seres humanos não é assim. Os seres humanos devem encontrar uma linguagem para se comunicar com o coração do outro, de modo que eles sejam ouvidos e a sua mensagem possa ser compreendida. Os seres humanos devem transcender os seus próprios preconceitos sobre como os outros “deveriam” se sentir, a fim de encontrar nos outros o que eles sentem. Somente então pode o outro se sentir “satisfeito”. 
A linguagem do coração é universal em sua mensagem de amor, mas não é universal em sua expressão. Para enviar um emissário de amor mais profundamente no coração de um ente querido, é necessária uma compreensão do que pode ser mais profundamente recebido. Requer um processo de escutar atentamente ao que o amado sente, e como ele pode melhor receber a marca sensível do amor. 

Ouvir é muito importante, pois a linguagem de um não é a linguagem do outro. Cada ser anseia pela voz e a mensagem que lhe permitirá que saiba que é visto completamente, que é conhecido completamente. Cada um anseia pelo completo conhecimento que está baseado na verdade de quem se é percebido por um amor que tudo vê. 

Para comunicar o amor, a expressão de um deve tocar o coração do outro. Deve haver uma correspondência do que é dado e do que é recebido. Muitas vezes, este não é o caso. Frequentemente, o que acontece é que a consciência incompleta leva um a projetar sentimentos e necessidades no outro, sem realmente saber o que o outro deseja, ou como eles podem se sentirem melhor atendidos. A abertura para o amor além da necessidade é o recurso para esta situação, pois em um estado de necessidade é difícil eliminar as projeções. Em um estado de necessidade, não há espaço para conhecer, sentir ou perceber o que o outro está desejando. 

A linguagem do coração, no entanto, pode ignorar muitas limitações e obstáculos, se o desejo de transmitir o amor for forte. Quando for este o caso, a intenção supera, ainda que de forma imperfeita. No entanto, é possível, enquanto se une mais com a própria essência da alma, conhecer mais intimamente a linguagem do amor da maneira que Deus a conhece, da maneira que as árvores e o sol a conhecem, que dão de si mesmos livremente e sem preconceito. Esta doação é a linguagem do amor. É o desejo puro de abençoar e nutrir que encontra a sua expressão externa em todas as linguagens e em todas as formas. É o desejo puro de ajudar os outros a prosperarem. 

O coração de Deus é um coração universal, batendo dentro dos corações de todos, ao nível mais profundo. Portanto, não é impossível para qualquer pessoa amar mais profundamente, de forma mais bela e completa. Significa somente encontrar a expressão adequada para o grande fluxo do amor que já está presente. Significa também sair do próprio caminho com condições que devem ser satisfeitas, a fim de que o amor seja dado. 

Para o coração divino não há condições, e para o coração humano, que é Divino em sua essência, não há necessidade de haver condições também, uma vez que a camada mais profunda do amor pode ser tocada, uma vez que o fluxo Divino se torna a fonte da própria identidade. Este fluxo pode eliminar todo o sentido de carência e de limitação, o que pode surgir em níveis mais superficiais do ser. Ele pode substituir todo o vazio pela beleza. 

Como com muitas coisas dentro do reino espiritual, é uma questão de perceber a maior integridade de alguém, de acreditar nisto e se tornar isto. Tal união pode eliminar todas as feridas do passado, porque a fonte do Amor não é influenciada por feridas do passado. Não importa qual a experiência passada de alguém, ela permanece pura. Por esta razão, pode-se buscar o fluxo Divino do amor interiormente, sabendo que dentro do coração de cada ser humano bate o coração Divino, enviando a sua eterna mensagem. Esta é a fonte da qual todos os relacionamentos podem ser abençoados. É a fonte da qual um novo mundo pode ser criado. 

Por Julie Redstone
Julho de 2011



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...