sábado, 10 de março de 2012

Você não está mais sozinho



"Naquele tempo, um leproso chegou perto de Jesus, e de joelhos pediu: "Se queres tens o poder de curar-me". Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele e disse: "Eu quero; fique curado!". No mesmo instante, a lepra desapareceu, e ele ficou curado. Então Jesus o mandou logo embora, falando com firmeza: "Não contes nada disso a ninguém! Vai, mostra-te ao sacerdote e oferece, pela tua purificação, o que Moisés ordenou, como prova para eles!". Ele foi e começou a contar e a divulgar muito o fato. Por isso Jesus não podia mais entrar publicamente numa cidade: ficava fora, em lugares desertos. E de toda parte vinham procurá-lo".
(Mc 1, 40-45)

A lepra era uma das doenças mais  temidas no tempo de Jesus.  Não só por não ter cura e causar deformidades, mas, principalmente, porque o doente era obrigado a abandonar sua casa, sua família e sua terra, para vagar por lugares desertos.  A lepra gerava solidão: o enfermo não podia ser tocado, abraçado e devia manter-se à distância de cem passos de qualquer pessoa sadia.


Mas, um dia, um leproso quebra todas as regras e chega perto de Jesus.  Pela primeira vez em anos, ao invés de ser afastado, aquele homem é tocado por alguém cujo coração está cheio de compaixão.  Jesus não se contamina com a lepra e ainda é capaz de curá-la com seu toque de amor, porque Seu coração repleto de compaixão assim o quer.


Em nossos dias a lepra não é considerada mais incurável, graças a Deus, mas um outro tipo de enfermidade continua ferindo de morte muitos corações: a solidão que corrói por dentro, a sensação de abandono, que gera carências de toda espécie.  Jesus não se assusta com nossos sentimentos de solidão, nem com as consequências doídas que eles acarretam em nós.  Ao contrário, Ele deseja tocar-nos, ouvir-nos, curar-nos. Ele um dia nos prometeu: "Jamais vos deixarei órfãos" (Jo 14, 18) e deseja cumprir suas palavras, criando conosco uma amizade verdadeira e profunda, capaz de nos restaurar por dentro.

Fique atento a todos os sinais que hoje Jesus lhe dará de Sua presença.  Experimente a sensação de não estar só em nenhum momento.  E, de alguma maneira, seja também um sinal da presença do Senhor na vida de alguém.  Talvez alguma pessoa muito próxima precise de sua atenção, de seu toque de amizade e de amor.  Talvez algum leproso da alma se aproxime de você precisando que alguém compreenda o seu sofrimento.   Isso é ter compaixão: você não precisa ter todas as respostas, basta acolher e amar.



Do livro
Basta Uma Palavra
Pe. Antonio José
Projeto Rio de Deus
Música:
Toma
Instrumental
MusicPlaylist
Ajude o blog com sua doação! Clique no botão abaixo para doar qualquer quantia.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...