terça-feira, 24 de dezembro de 2013

A História da Vela de Natal


Uma lenda antiga, austríaca, nos fala de um pobre sapateiro que vivia na encruzilhada de um caminho, nos arrebaldes de uma cidade.

Pensando em ajudar os viajantes que à noite passavam por ali, mantinha, na janela de sua casa, uma vela acesa todas as noites. Vivia só, mas se sentia como a criatura mais feliz daquele lugar.

Veio uma grande guerra e os jovens tiveram que partir para o campo de luta. Sem braços fortes para o trabalho, a cidade foi ficando cada vez mais pobre. Mesmo assim, lá estava a velinha do sapateiro todas as noites.

- Quem sabe, pensavam, é aquela velinha acesa o segredo da felicidade desse homem.

Resolveram, então, imitá-lo. Todos acenderam naquela noite a sua vela. Era véspera de Natal, e, em todas as casas, havia uma vela acesa na janela.

À meia-noite, os sinos das igrejas começaram a tocar, anunciando a boa notícia: a guerra terminara!

- Um milagre! - diziam todos. É o milagre das velas acesas!

Assim, todos os anos acendiam velas na véspera de Natal... e o costume se espalhou...

Mas, a grande Luz que anuncia a verdadeira paz é Jesus. 

Ele diz:

"Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida." (João 8.12)

Ajude o blog com sua doação! Clique no botão abaixo para doar qualquer quantia.




LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...