quinta-feira, 24 de outubro de 2013

A vida não dá saltos



Quando o espírito encarnado chega a uma idade mais madura, acaba acumulando valores sobre a vida e si mesmo. Muitos instintos agressivos já foram se amenizando, dando tempo para que o espírito reflita e busque a compreensão da evolução espiritual e física.

Se esse espírito era nervoso, se torna mais calmo, desenvolve a paciência, vai se humanizando, busca uma fé mais sólida e, dessa forma, vai se amadurecendo para voos maiores, seja no plano espiritual ou físico, projetando uma futura encarnação. Outros não conseguem chegar a esse estágio por se envolverem em caminhos tortuosos e pecaminosos como bebidas, fumos e drogas, considerando uma encarnação perdida e dificuldades maiores para a próxima.

A vida não dá saltos, mas sim as experiências de sobrevivência constantes e aprimoramento eterno. A cada minuto da vida, estamos com novos projetos para melhorar a nossa consciência que, muitas vezes, não correspondem à realidade do caminho que programamos, mas estamos sempre sonhando ou buscando algo melhor para podermos nos sentir úteis e convivermos com a sociedade e família e sermos dignos.

Ninguém tem o poder de subjugar ninguém, pois somos falhos e imperfeitos a caminho da perfeição que está longe dos nossos objetivos planetários, mas por sermos espíritos eternos, essa possibilidade há de chegar a Terra, através do trabalho, da expansão e da perfeição das leis, elaboradas por Deus, nosso Pai. Estamos caminhando para essa perfeição, por esse motivo, os erros nos levam aos acertos na vida.

Dessa forma, temos que ter vontade de trabalhar, progredir e aprender tudo o que está a nossa disposição. Uma hora perdida não volta mais e nosso tempo é precioso aliado da evolução.

Tivemos um tempo para gerar nossos corpos, outro para nascermos, crescermos e desencarnarmos para a eternidade que pode significar um minuto e para nós setenta anos. Os tempos são diferentes nos planos espirituais e físicos, mas existe o tempo a ser aproveitado o máximo dentro da realidade do espírito; e vocês, o que estão fazendo dos seus tempos?

Autor: Vanderlei Bacic de Araujo

fonte:
Ajude o blog com sua doação! Clique no botão abaixo para doar qualquer quantia.




LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...