terça-feira, 19 de agosto de 2014

Instalação da Nova Era nos corações



...Nós, que nos comprometemos em tornar melhores os nossos próprios dias, deveremos avançar semeando bênçãos e distribuindo consolações.

A Humanidade necessita mais de exemplos dignificantes do que de palavras retumbantes.

A Nova Era está sendo instaurada nos corações humanos, não ao toque de trombetas e clarins, mas ao suave canto da fraternidade e da compaixão.

Que saibamos manter a nossa compaixão em relação àqueles que nos não entendem, até nos perseguem e mesmo nos caluniam, compreendendo que são nossos irmãos de jornada que estão na retaguarda necessitando de mão amiga e solidária para sair da concha do ego em que se enclausuram.

Filhos da alma!

Sabemos das dores que muitos de vós experimentais. Ouvimos as vossas rogativas nos momentos da solidão e do abandono.

Acercamo-nos dos vossos sentimentos para acariciar-vos a alma e balbuciar-vos na acústica do coração: tende bom ânimo!

Nunca deserteis da luta de auto-iluminação.

Não vos permitais o desânimo nem o desespero.

Cultivai a paciência.

A noite tenebrosa deste momento inunda-se de luz na madrugada que vai chegando.

Confiai em Deus e a Ele entregai os problemas e desafios que não podeis solucionar.

Deus é Amor!  Por isso que vos enviou os Missionários da Luz através dos milênios para que conhecesses os caminhos e nos mandou Jesus para ser o próprio Caminho.

Tende a certeza de que nesta celeridade das horas, na relatividade do tempo que as demarca, avançais no rumo da Vida.

Quando soe o momento do retorno ao Grande Lar, sereis recebidos pelos amores que vos anteciparam, despertareis conforme os padrões de vossas consciências, porém com alegria, estuantes de vida, e repetireis como o Apóstolo das Gentes: -“Ó Morte, onde está tua vitória? Onde está o teu galardão?”

Exultai, pois filhos da alma, cantando vosso hino de imortalidade em homenagem à Era Nova que já começou, na qual todos nos encontramos colocados até o momento glorioso da instalação do Reino dos Céus no coração da Terra.

Muita paz, meus filhos.

Que o Senhor de bênçãos nos abençoe.

São os votos do servidor humílimo e paternal de sempre,
Bezerra

(Mensagem recebida pelo médium Divaldo Pereira Franco, ao término da conferência pública realizada no Grupo Espírita André Luiz, no Rio de Janeiro, na noite de 26 de julho de 2007).

Fonte:
http://www.espiritbook.com.br/
Clique no botão abaixo e ajude a manter o blog com sua doação!






LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...