Google+ ERA DA PAZ - tudo para promover a Paz no Mundo

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Liberte seu coração



Não deixe que a mágoa, o rancor e o ressentimento façam morada no seu coração.

Esses sentimentos são amargos e só fazem mal a quem os alimenta dentro de si.

Ainda que alguém nos ofenda, nos despreze, seja ingrato conosco, apenas oremos por essa pessoa, procurando não pensar nem guardar sentimentos negativos em relação a ela.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

O gato e a espiritualidade




RELACIONAMENTO

Quem não se relaciona bem com o próprio inconsciente não topa o gato.

Ele aparece, então, como ameaça, porque representa essa relação precária do homem com o (próprio) mistério.

O gato não se relaciona com a aparência do homem. Ele vê além, por dentro e pelo avesso. Relaciona-se com a essência.

Se o gesto de carinho é medroso ou substitui inaceitáveis (mas existentes) impulsos secretos de agressão, o gato sabe. E se defende do afago.

sábado, 13 de dezembro de 2014

Abençoa também



Diante das vozes e dos braços que te amparam na enfermidade, coopera com os instrumentos da cura, abençoando a ti mesmo.

Em qualquer desajuste orgânico, não condenes o corpo.

O operário há de amar enternecidamente a máquina que o ajuda a viver, lubrificando-lhe as peças e harmonizando-lhe os implementos, se não deseja relegá-la à inutilidade e à secura.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

A Melodia do Silêncio



Repara a melodia do silêncio nas criações divinas.

No Céu, tudo é harmonia sem ostentação de força.

O Sol brilhando sem ruído... Os mundos em movimento sem desordem... As constelações refulgindo sem ofuscar-nos...

E, na Terra, tudo assinala a música do silêncio, exaltando o Amor Infinito de Deus.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Natal do coração




ABENÇOADAS sejam as mãos que, em memória de Jesus, espalham no Natal, a prata e o ouro, diminuindo a miséria e a necessidade, a fome e a nudez!...

Entretanto, se não forem iluminados pelo amor que ajuda sempre, esses flagelos voltarão amanhã, como a erva daninha que espreita a ausência do lavrador.

Não retenhas, assim, a riqueza do coração que podes dar, tanto quanto o maior potentado da Terra!

Deixa que a manjedoura da tua alma se abra, feliz, ao Soberano Celeste, para que a luz te banhe a vida.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...