segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Não comente o mal


André Luiz, em seu livro Agenda Cristã, nos diz que o mal não merece ser comentado em momento algum.

Realmente, os males de nossa existência têm o tamanho e a medida exata da importância que lhes damos. Comentar o mal é trazer de volta, viva, uma coisa que já passou e que não existe mais.

Imaginemos um incêndio que já foi debelado e do qual só restam cinzas. Vem alguém e em vez de usar de uma mangueira com água joga um fósforo aceso e despeja álcool por cima. As chamas recomeçam e o fogo cresce, de novo, devastador.

As pessoas que costumam comentar suas dores, seus problemas e o que os outros lhe fizeram de ofensas, estão revivendo os momentos infelizes e lhes dando vida real e forças. Mais ainda, com esses comentários estão enviando vibrações negativas para quem, possivelmente, já não se lembra do ocorrido.

Para se ter idéia de como esse hábito é prejudicial, podemos fazer a seguinte comparação: É como se estivéssemos em cima de uma areia movediça, no deserto. Quanto mais nos debatemos, essa areia que representa os males que nos fizeram, mais aumenta e vai nos engolindo. Só poderemos nos livrar da areia movediça se nos mantivermos tranquilos, calmos, em paz, e isso nos dará tempo para acharmos uma saída. Quanto mais nos agitarmos, mais nos afundamos na areia.

A melhor política é seguir os ensinamentos de Jesus, o Mestre de Amor.

O que ele nos ensinou? O amor a Deus e o amor ao nosso próximo. Esse amor implica no perdão incondicional das ofensas que nos são feitas.

O mais interessante é o fato de que a maioria daquilo que consideramos agressões de nossos semelhantes para conosco são muitas vezes causadas apenas pelo nosso orgulho e amor próprio feridos por observações que nem sempre foram ditas com intenção de nos ferir.

Deixemos de comentar o mal que ele vai desaparecer por sua própria insignificância, e nossos comentários só farão com que pequenas coisas se tornem gigantescas aos nossos olhos. Agindo assim, grande parte de nossos problemas estarão solucionados.

Ary Brasil Marques
"Um Sublime Peregrino"

Fonte:
http://www.espiritbook.com.br/







LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...